Sonhar não faz mal ...my open diary!!

Novembro 30 2010

Parece estranho, até a mim me está a parecer estranho voltar a ele, voltar a postar nele... já lá vão 10 meses, ou quase isso desde a ultima vez que escrevi. Não sei dizer bem o porquê,mas hoje, hoje bateu a saudade de usar os meus dedos e voltar a escrever, não sei muito bem o que dizer, nestes últimos tempos aprendi a viver as coisas "só para mim"... tanta coisa mudou desde então, tantas coisas boas aconteceram na minha vida e continuam a acontecer... eu sempre disse que 2010 seria o ano da minha vida, não obstante a terem acontecido muitas coisas más a pessoas que me são profundamente queridas e que devido a tal não posso dar pulos de alegria, porque felizmente a minha felicidade também depende da felicidade dessas mesmas pessoas. A elas só espero que superem a dor pela qual tiveram que passar...
Mas estou feliz comigo mesma, alcancei metas que cheguei a julgar inalcansáveis, tirei pedras do caminho, subi montanhas, e para contrariar tantos anos da minha vida não meti a pata na poça em nada do que fiz :P  
Continuo a amar e continuam a amar-me a mim, como sempre e para sempre =)
E agora para estar completamente preenchida...hmmm ... para isso... já só falta um bocadinho assimm ;-)
... hei de voltar...

quiça com novidades :P

publicado por the biggest dreamer às 22:49
Tags:

Janeiro 23 2010

 Ao tempo que não escrevo nada vindo do coração, ao tempo que nao deixo os meus dedos escreverem como se nao houvesse amanha, talvez tenha perdido a inspiração, talvez tenha deixado de lado esta minha paixão, não sei, são muitos "talvez" para poucas respostas... Mas hoje, hoje resolvi voltar a escrever, porque necessito, porque esta é e sempre foi a minha melhor forma de expressão...
 Já tinha saudades disto, de escrever só por escrever, se calhar até sem nada por dizer, ou querer e não poder... não sei é confuso... 
De repente, sou invadida por multiplos sentimentos, alegria,tristeza, contentamento, angustia... é como se estivesse a regredir, a voltar aos sentimentos instáveis da adolescência... bem, pode ser mais uma fase, como tantas pelas quais já passei, afinal sou como a lua, um dia cheia, no outro desapareço e há dias em que estou assim-assim, tais como hoje... pensativa,a pensar nas coisas que realmente quero e não quero na minha vida, a pensar nos meus sonhos, os já concretizados e os que ainda estão por concretizar, e naqueles que mesmo querendo... não os conseguirei ter... estou agora, ainda que tardiamente, a fazer um balanço de 2009, a limpar o sótão cá de cima para que em 2010 ele esteja limpinho para coisas novas...que sei que irão chegar...
 Mas neste momento, acho que a unica coisa que me poderia tirar da apatia em que me encontro era uma loucura qualquer,uma viagem inesperada, uma festa desenfreada, uma surpresa não programada... algo que me fizesse correr o sangue nas veias a alta velocidade, que me fizesse o coração bater como se me fosse saltar peito afora, era só disto que precisava para fugir á rotina em que me encontro, e que tanto detesto e abomino... mas pronto a vida nem sempre é como nós queremos por isso vou ficar quietinha no meu canto, que neste momento é a coisa mais acertada e possível de fazer...
E já gora vou é dormir... 

publicado por the biggest dreamer às 21:40
Tags:

Agosto 10 2009

 

Como gostaria de saber explicar o que tenho sentido estes dias... de repente como se chegado do céu, fui tomada por uma tristeza profunda, uma vontade de fugir,de ir para longe, de não falar com ninguém, de não estar com ninguém...não me apetece ser eu, sinto-me fraca e sem forças, derrotada de uma guerra nunca travada...
 Só não queria estar onde estou, só não queria ser quem eu sou... simplesmente não queria andar por aqui neste mundo...

 É estranho, mas este sentimento veio e assentou, não sei quando pretende partir, hoje, amanhã, talvez nunca vá... não sei.

A unica coisa que sei neste momento é que quero partir sair daqui.. voar...poder sonhar...

 Bem tento escrever,mas as lágrimas impedem-me de o fazer, acho que o melhor é ir-me deitar...

publicado por the biggest dreamer às 00:09
Tags:

Agosto 08 2009

Ja nao sei o que estou a fazer
Sei la
Se o que estou a fazer é a valer
Sei la
Sera que realmente o sentimento existe
Sei la
Entao esta é a razao porque estou triste
Sei la
Quem és tu, quem sou eu
Sei la
Quem sera o dono do mundo, sera Deus
Sei la
Mas se é o que é ser
Sei la
Sera viver e depois morrer
Eu sei la
Porque é que o mundo esta tao triste
Eu sei la
Porque é que ninguém tenta e desiste
De ser feliz
Sera que sei ou nao sei
Sera que ja dei
O que tenho para dar
Ja divaguei
Mas posso divagar
Andar de skate e ver o mar
Entrar e sair
Gostar de sentir
O que sou
Mas nao sou nada
Sinto a natureza zangada
Espumas gigantes
A forca das ondas como bombas
Nos trilhos mais calmos
Sinto que chocamos
Com a nossa consciencia
Com este algo bem mais forte que nós
A essencia
A essencia da vida
De onde tudo provém
Vem e vai
Pois um dia tudo cai
Sei la
Se calhar só vai dar uma volta
Mas nao volta onde esta
Quem esta, esta
Quem nao esta ja esteve
Quem sofre, sofre
Quem nao sofre ja sofreu
Vivo o que se deu
Sei la se entendeu
Se calhar nao
Mas eu dei-lhe a mao
Um abraço
Aquilo a que eu chamo aço
A forca interior
......
 

publicado por the biggest dreamer às 23:42
Tags:

Agosto 06 2009

Hoje acordei com a sensação de que me faltava algo, com a sensação de que preciso de um canto só meu, de coisas só minhas, fiquei melancólica, pensativa, até triste talvez, é algo que não sei explicar, mas q me assolou assim que abri os olhos pela manhã… e que me acompanha até agora.
Tenho muito mais do que tinha há uns tempos atrás, não o posso negar, mas acho que esta condição de ser humano, não nos permite acomodar-nos com o já conseguido, e almejar sempre mais e mais, sem cair na ambição… mas é este o sentimento, de querer mais do que aquilo que já tenho.
Não sei porquê, mas tenho a sensação de ter posto os meus sonhos um pouco para segundo plano, tenho vivido muito o dia-a-dia, as alegrias que eles me vão proporcionando… vivo, existo, amo, mas não construo, tenho dado esses passinhos sim, mas não vejo nada acontecer, a mim, parece encontrar-se tudo na mesma… talvez seja só uma percepção momentânea, mas hoje é assim que me sinto.
Sinto que a idade passa, e ainda não tenho nada que possa encher o peito e dizer : é meu, consegui-o com o meu esforço e dedicação… e isso abala deveras o meu ego.
Há uns 10 anos atrás, achava que a esta altura da vida já teria uma casa, um marido, um filho, um emprego efectivo, um negócio lucrativo, vida estável em todos os aspectos, passado todo esse tempo, bem… tenho um bocadinho da casa do pai, um bocadinho de um namorado, zero filhos, um emprego a termo certo , zero negócios lucrativos, não me parece um quadro animador. Tenho de fazer a vida acontecer, ainda mais, não me acomodar com pequenas vitórias conseguidas, não sou assim, e não quero ser assim…
Dou-me 1 ano e 4 meses para ter tudo aquilo que quero, tudo acima descrito, como o farei, bem ainda não sei, sei que o terei… acredito e sempre acreditei que quando desejamos realmente alguma coisa todo o Universo conspira para que assim seja… e assim será! Que em Dezembro de 2010 todos os meus sonhos se tenham concretizado… e se assim não for, bem , essa hipótese não se põe.

Vou recuperar os meus sonhos… !!!

publicado por the biggest dreamer às 13:05
Tags:

mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO