Sonhar não faz mal ...my open diary!!

Dezembro 05 2007

Quem não gostaria de ter dedicada a si uma musica destas?! eu tive esse prazer e adorei o acto, principalmente por ter vindo de quem veio.

WAIT FOR YOU

I never felt nothing in the world like this before
Now I'm missing you and I'm wishing you would come back through my door.
Oooooo
Why did you have to go?
You could of let me know
So now I'm all alone

Girl you could of stayed but you wouldn't give me a chance
With you not around it’s a little bit more than I can stand.
Oooooo
And all my tears stay
runnin’ down my face
Why did you turn away?

So why does your pride make you run and hide
Are you that afraid of me?
But I know it’s a lie what you keep inside
This is not how you want it to be

So baby I will wait for you
Cause I don’t know what else I can do
Don’t tell me I ran out of time
If it takes the rest of my life

Baby I will wait for you
If you think I'm fine it just ain’t true
I really need you in my life
No matter what I have to do I’ll wait for you

Been a long time since you called me
(How could you forget about me)
You gotta be feeling crazy(crazy)
Ooooo
How can you walk away
(Way) Everything stays the same
I just can’t do it baby

What will it take to make you come back


Girl I told you what it is and it just ain’t like that
Noooooo
Why can’t you look at me?
You’re still in love with me
Don’t leave me crying

Baby why can’t we just, just start all over again
Get it back to the way it was
If you give me a chance I can love you right
But you’re telling me it won’t be enough

So baby I will wait for you
Cause I don’t know what else I can do
Don’t tell me I ran out of time
If it takes the rest of my life

Baby I will wait for you
If you think I'm fine it just ain’t true
I really need you in my life
No matter what I have to do
I’ll wait for you

So why does your pride make you run and hide
Are you that afraid of me?
But I know it’s a lie what you’re keeping inside
That is not how you want it to be

Baby I will wait for you (for you)
Ooooooo
Baby I will wait for you
If it’s the last thing I do

Baby I will wait for you
If you think I'm fine it just ain’t true
I really need you in my life
No matter what I have to do
I’ll wait for you
I’ll be waiting …

publicado por the biggest dreamer às 02:11
Tags:

Novembro 27 2007

                       

 

Sabes, por vezes gostaria de não te conhecer tão bem...gostaria de não acreditar nas coisas que estranhamente me dizes e fingir que não és tu.
 Sabes, também gostaria de acreditar que já se tinha ido tudo embora quando afinal... se calhar até nem foi... gostaria de poder fechar os olhos e não te ver a ti, sim logo a ti... Tudo o que eu queria era fingir que não cresceste e já sabes o que queres da vida.
 Gostaria de tapar os ouvidos quando dizes que me amas e que queres casar comigo, e mais que isso...gostaria que nada disso me afectasse...
 Por vezes sinto-me encurralada, invadida por um sentimento de ambivalência que quase me tira o sono, por um lado a vontade de correr para os teus braços e gritar ao mundo que te amo, que és e sempre foste o único homem que verdadeiramente amei, mas por outro vem-me a lembrança dos maus momentos passados, das maldades que fizeste, ainda que agora digas que foram sem intenção. Às vezes falo com um amigo que me diz: “Quando é que vens buscar o teu homem, não vês que ele é apaixonado por ti,deixa de asneira mulher”, e penso nisso, penso muito nisso... penso quão justo será eu ter-te mostrado o que é amar, o que é o amor e outra pessoa ficar com os meus louros, mas tenho medo, como seria possível não ter medo...
sabes o mais estranho disto?! É que há noite quando rezo e peço a Deus que me mostre aquela pessoa especial, aquele que realmente me ama, que me dê um sinal...sonho contigo, ou por vezes basta-me deitar a cabeça na almofada para tu ligares, ou mandares mensagem, às vezes só para me dizeres:”só queria ouvir a tua voz”, mas eu nego, entro em negação, quase que brigo com Deus e afirmo mesmo, “não, não é este, o que Está a fazer?! Não pode ser ele, não quero que seja ele”... mas o coração fica apertado com estas palavras, ainda assim continuo acreditar que realmente não te quero e a dizer que não te amo, pelo menos é isso que afirmo para mim.
 Mas de repente, como se por magia, ponho-me a pensar em nós, sim nós, porque agora tu também já sabes usar essa palavra, e penso que nem tudo foi mau e sobretudo que houve um propósito para as coisas acontecerem do modo que aconteceram e lembro-me da tua célebre frase: “isso é tudo parte de um processo”, rio-me sozinha, e penso que se calhar até tens razão...
 Gostaria de pensar que se voltasse para ti as coisas iriam ser diferentes, que não me farias mais sofrer do modo como já fizeste, que me tratarias melhor do que trataste, que seria a única mulher na tua vida,que assumirias perante todo o mundo que é a mim que amas...mas não sei se será assim, e por cautela...prefiro não arriscar, apesar de te amar...

Ps: Obrigada por ainda acreditares que iremos ficar juntos...

publicado por the biggest dreamer às 01:20
Tags:

Outubro 19 2007

 

Folheava um caderno meu e encontrei certa carta, resolvi postá-la:

 

Há dias como este, em que tenho estas bruscas mudanças de humor que vejo quão forte eu sou. Se me magoam, choro e choro muito, mas é como se de repente viesse uma súbita força dentro de mim e dissesse que eu sou mais do que isso, uma força que me puxa para cima cada vez que vou abaixo. No fundo estas coisas servem para nos tornar adultos melhores. Aprendo com isto que nem tudo é como nós queremos, e não podemos fazer as pessoas gostarem de nós à força, por muito que nos esforcemos, por mais que demos o nosso melhor, quando não se ama, não se ama e pronto.
Tudo isto ensinou-me não a deixar de amar, mas em escolher melhor em quem confiar ou a quem me entregar. Ninguém morre de amores, e eu também não serei essa pessoa. Sei que gajos há muitos, Homens... muito poucos, o meu não sei por onde anda, mas um dia ele há de chegar, eu sei que ainda hei de ser feliz. Ninguém nem nada me impedirá de um dia destes ser a Sra.Dra. Vanessa F e S., não há ninguém que me impeça de encontrar alguém que me ame com todas as suas forças e que eu o ame a ele também na mesma proporção e medida. Vou procurá-lo sim, mas com calma, ainda não será uma prioridade. Eu sei e tenho a certeza de que há algo de bom à minha espera, então é isso mesmo que vou fazer...esperar, sei que não volto a olhar para trás, há pessoas que simplesmente não merecem tanto esforço, eu fiz  o que podia, agora está entregue a Deus, Ele que te guie porque a minha missão contigo W.J.B.A. termina aqui, a 20 de Setembro de 2006, 4 anos, 1 mês e 12 dias depois de ter começado.

 Faço isto em nome da minha saúde mental...

 

 

VanessaS.

03h35mn       

publicado por the biggest dreamer às 00:05
Tags:

Setembro 09 2007

 

Não compreendo...
Andamos durante 4 anos, e nunca agiste como tens agido agora. Estou a tentar digerir tudo o que me tens dito nestes últimos dias, e confesso que tenho um nó no estômago que só eu sei... tenho a certeza que já não te amo, mas vá-se lá saber porquê as tuas palavras têm balançado o meu mundo.
Tudo o que te tenho dito ultimamente é: Obrigada, desculpas aceites... hoje confesso, fiquei particularmente emocionada, quando me disseste que me querias abraçar bem forte e eu  respondi-te que tu quase nunca me abraçavas, e disseste-me ( e senti que foi de coração) : desculpa-me também por isso...
 Quando te pergunto o porquê desta tua mudança, só me respondes que foi o tempo, a idade, a vontade de ter algo estável... peço desculpas, mas ainda não acredito.
Ainda não acredito quando dizes que por mais mulheres que arranjes, eu serei sempre única e especial, não acredito quando me dizes que será diferente, não acredito quando me dizes que eu sou a mulher que todos os homens deveriam ter, também não acreditei quando me disseste: " Antes gostava de ti, agora...amo-te" ... chorei, chorei porque pensei para mim mesma... "porquê só agora".
 Tens-me deixado sem palavras, quase não pareces tu, mas sabes o mais triste disto, é eu saber que os papeis se inverteram, sei que por mais que queiras, por mais que peças desculpas, eu não vou ceder...porque já o fiz muitas vezes, porque antes era apaixonada por ti e agora não, porque o meu coração cansou-se e aprendeu a viver sem ti.
Estou a tentar convencer-te que não dá mais, que já não há como eu voltar a confiar em ti, que aquela chama extinguiu-se de vez , que mais vale ficarmos assim... amigos... reparaste que assim somos muito mais abertos um com o outro?! Mas tu não queres, insistes que o mundo  dá voltas, e que todas as pessoas precisam de novas oportunidades... Mas só eu sei o que sufri, só eu sei como me magoaste, a visão desses dias aterroriza-me,e as tuas desculpas não fazem dissipar a minha memória.
 Hoje disseste-me que eu já não te digo coisas bonitas como antes, se eu o fizesse não seria de coração, já não seriam cheias de emoção, insististe para que eu o fizesse... e eu não consegui, ficaste triste, não conseguiste perceber o porquê, talvez porque ainda não te apercebeste que aquela menina com quem tu andaste já não é a mesma, talvez por ainda não te teres apercebido que falo sério, quando digo ... "não quero"... 
  Como o mundo dá voltas... eu que não me conseguia imaginar longe de ti, que só de pensar que um dia nos pudessemos separar de vez, ficava angústiada, que morria de ciúmes de toda e qualquer mulher que se aproximasse de ti, que chorava durante noites com saudades... estou aqui, a dizer-te que sigas com a tua vida, a pedir-te espaço, a tentar dizer-te que já não é a ti que eu quero...a tentar evitar certas conversas, para não ( imagine-se)  te magoar.
 Passo os meus dias a dar-te dicas do tipo: "Estou á procura de namorado sério ( mas não tu, porque tens a tua ficha queimada)", ou, "hoje vi um gajo lindo e grosso". Cenas assim, e mesmo assim não entendes, ou não queres entender, que já não estou na tua.
 Sabes... eu já nem falo ás pessoas de ti, acho que já é assunto gasto, é como se tivesse perdido o sal, antes delirava a contar as tuas peripécias, agora soa-me a velho, já não me dá pica, percebes?! 
 Não sei como, mas vou ter que arranjar uma maneira definitiva de te dizer que já não há mais nada a fazer, que é mais fácil enterrares o amor, e deixares de fora apenas o carinho, o respeito e a amizade que ainda nos une...acredita, vai ser melhor para os dois.  :(

publicado por the biggest dreamer às 23:55
Tags:

Julho 25 2007

                    

 

O meu post de hoje poderia ter vários títulos, poderia ser He loves me, he loves me not,? porque:
 Hoje ao falar com o meu falecido ao telefone fiquei com aquela sensação de "este homem ama-me mesmo", mas claro que os acontecimentos do passado fazem com que o meu pensamento seja logo "deletado".
 O meu post também se poderia chamar, Os homens não prestam, porque: 
 Também não sei se as coisas que ele diz são mesmo do coração, ou se quer apenas recuperar o orgulho ferido de quando me fui embora, mostrar que é macho o suficiente para me fazer cair de novo nas garras dele.
E ainda poderia ser, O amor vence tudo, porque:
 Ainda que tudo o que ele esteja a dizer e fazer seja da boca para fora, eu tenho a certeza que o amor que um dia nutri por aquele homem, fez com que ele deixasse de ser menos frio, aprendesse que dar carinho não é sinal de fraqueza, fez com que ele entendesse que numa relação são precisos dois. Sei que consegui isto porque o conheço, porque lhe conheço os limites, e ele ultrapassou-os... afinal sempre cumpri o meu objectivo.
 Em outros tempos, já estaria a preparar a minha mala para ir passar um fim de semana inteiro com ele, mas já não é assim... Porque ele mudou, mas já foi tarde de mais. Agora, que ele me diz que o amor dele não tem limites, que sou a única mulher que ele quer, agora que me diz que me quer com todos os meus defeitos e virtudes...quem não o quer sou eu. Gosto dele sim, enquanto pessoa, enquanto bom amigo que ele sabe ser ( talvez bem melhor que namorado), gosto dele, mas já não amo. Soa-me estranho dizer isto, mas é verdade, já não me consigo imaginar ao lado, daquele que foi meu companheiro durante 4 anos, daquele que um dia me tirou noites de sono, me fez suspirar vezes sem conta, me deu momentos de alegria, mas também muitos de tristeza, daquele que me magou...muito, e que perdoei, daquele que julgava nunca mais parar de amar, mas parei.
 Depois de hoje, sei que se vira uma página da minha vida, sei que já nada vai mudar, que não há nada que ele possa dizer que me faça voltar atrás. mas agora... agora sei que não foi desperdicio  amar. 
Valeu a pena lutar!!!

 

publicado por the biggest dreamer às 01:13
Tags:

mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO