Sonhar não faz mal ...my open diary!!

Janeiro 10 2008


Amar o que eu sou,
Todo indivisível que constitui o ser
e o acontecer do meu corpo,
no espaço e no tempo...

Amar as coisas que eu faço
e o modo como eu as faço...

Amar as minhas limitações, como amo as
minhas possibilidades...

E nos meus acertos e erros ,amar o projecto
que vai se transformando em obra no
trabalho da construção de mim mesma.

Amar-me como eu estou aqui e agora,
vivendo a vida simplesmente,
naturalmente, com o ar que eu respiro,
o chão que eu piso, as estrelas que eu sonho...

As vezes gostar de mim é um desafio,
uma prova de fogo que revela se eu
realmente me amo, ou apenas finjo amar-me...
Gostar de mim na perda, quando a vida me fecha
uma porta, sem nenhum aviso ou explicação

Gostar de mim quando erro, quando fracasso,
quando não dou conta, quando não faço bem feito
e ainda encontro quem me critique ou goze comigo  por eu ter sido apenas o que sou: - vulnerável, imperfeita, humana...

Gostar de mim no fundo do poço,
cabeça a mil, coração a zero, e ainda assim ser capaz de ouvir e respeitar as referências do meu próprio corpo como um amigo fiel, atento e carinhoso...

Celebro no amor a mim mesma
o nascimento do amor pelo meu próximo!

publicado por the biggest dreamer às 01:33

mais sobre mim
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
17
18

22
24
25
26

27
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO