Sonhar não faz mal ...my open diary!!

Outubro 11 2007

 

Eu sabia, sabia que um dia te voltaria a encontrar, sabia que um dia nos poderíamos explicar, sabia também que no dia em que os nossos olhos se olhassem bem no fundo, veríamos que uma amizade como a nossa não se acaba... esse dia chegou.
 Coincidências não as há, se tinha dúvidas, elas dissiparam-se. Acordei hoje e dei de caras com aquela nossa foto, que apesar de tudo nunca saiu da minha cabeceira, virei-me um pouco mais no quarto e encontrei com os olhos, dois livros teus, na minha mente surgiu: "Pipa... saudades dessa miúda"... fui para a minha aula que "coincidentemente" foi alterada para as duas da tarde, sendo assim, em vez de sair ás típicas 17 h, saíria ás 16... 16h saio da sala, estou aflita para ir á casa de banho, mas penso: "eu aguento até casa", dirijo-me á saída, e heis que te vejo a descer a rua em direcção á faculdade. Parei, tal qual porteiro de discoteca, e fiquei á tua espera, fixaste os teus olhos nos meus, senti-te embaraçada...
Começamos a falar de coisas triviais, estás com bom aspecto, etc etc... até que avancei: " e agora, que fazemos, podes contar-me o que aconteceu de verdade?", os meus olhos encheram-se de lágrimas, os teus também. Explicamo-nos, não aguentei e disse: " Para que é que estás aí a fingir, quando na verdade queres dar-me um abraço assim como eu quero?! ", deste voltas, mas não aguentaste, abraçaste-me, juntas choramos, no meio do meu pranto arranjei forças para te dizer: "ó Pipa eu tive tantas saudades tuas". Voltamos a fazer as nossas "juras de amor", prometemos não mais nos zangar, lembramo-nos dos velhos tempos, dos nossos passeios, das nossas viagens, das nossas maluqueiras, lembramo-nos de nós...
Porque a verdadeira amizade é mesmo assim, não tem como acabar. E hoje, tive essa confirmação... Txi amo paixão!

 

E aqui deixo o poema que tantas e tantas vezes li com esperanças que um dia o visses e que finalmente chegasse este dia... felizmente ele chegou :)

 

Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

Albert Einstein

publicado por the biggest dreamer às 22:47

mais sobre mim
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
17
20

21
23
24
26
27

28
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO