Sonhar não faz mal ...my open diary!!

Janeiro 20 2007

Chegou aquela altura em que quase arranco os cabelos... Janeiro/Fevereiro, trabalhos, exames, se antes destes meses tinha alguma vida, nesta altura deixo de tê-la. Deixo de ser um ser humano de carne e osso, para dar lugar a um ser mecanizado que só se move em função dos livros. Este ano então parece quase um complô entre os professores, é tanto trabalho, que até para respirar falta tempo. Mas hoje disse nãooooooo... hoje não movo uma única palha, não esforço um unico neurónio, e como sou fiel a mim mesma assim o fiz... Dormi até ás duas da tarde (um bocado culpa do jet leg que so me faz adormecer por volta das quatro da manhã) levantei-me, apenas imprimi uns trabalhos e fui entrega-los. Depois disso dei azo á minha vida pessoal, fui visitar a minha melhor amiga, a príncipio era suposto so ficar com ela durante uma horita, porque depois tinha que ir exercitar o corpito de baleia esfomeada que Deus me deu, mas a conversa estava tão boa que passou a hora sem eu dar conta. Fomos passear, jogar conversa fora, e claro que o assunto exames também surgiu, mas felizmente ambas estavamos fartas dessa palavra e mudamos o rumo da conversa.
 Mas quando cheguei a casa e pus-me a pensar no assunto... 
 Há uns tempos atrás perguntava-me para quê passar metade da vida a estudar e a outra metade a trabalhar se no fim acabamos todos da mesma maneira ... mortos... 
 Agora tenho uma visão diferente, já encontro propósitos para isso.  Nós não estudamos só para trabalhar a vida inteira, para juntar dinheiro casar e constituir família.Estudamos, porque isso faz parte de um crescimento interno, porque nos faz bem, o conhecimento não ocupa espaço, torna-nos pessoas melhores... bem, se calhar eu seja um tanto ou quanto obc ecada quando o assunto é crescimento interior... mas acredito mesmo que ao estudarmos podemos faze-lo e de uma maneira ou de outra podemos desta maneira ajudar a quem não o fez, acho que estudar ( ou melhor, aprender) engradece-nos a alma. É nisto que eu hoje em dia me baseio quando me falta a motivação... Claro que a parte monetária que daí advêm também me agrada, gosto de dinheiro, e isso não é novidade para ninguém. E já cheguei á conclusão que se quero no futuro ter a boa vida que tanto gosto sem o apoio do paizinho, vou ter que fazer por isso, as coisas não me irão cair do céu.
 Não tenho medo do trabalho ( se calhar por achar que este é o unico meio honesto de conseguir o que eu tanto gosto :p) , mas sou preguiçosa, pelo menos quando não estou a fazer o que eu realmente gosto. Com a Psicologia foi assim, no ínicio estava completamente desmotivada, não era para aquele monte de teoria ( e coisas que até hoje nao compreendo para que é que gastei o meu cérebro para aprender) que tinha escolhido este curso, mas depois as coisas foram-se tornando mais práticas e aí sim fez-se luz na minha mente e resolvi então começar mesmo a aprender, e não apenas estudar para ter um dez para despachar logo aquilo. Agora mais do que nunca sei que esta é a minha vocação, muito sinceramente não me vejo a fazer mais nada da vida. Acho que nasci para dar, sim dar, dar atenção, dar apoio... enfim esses "dares" todos, e só neste curso eu o posso fazer. Bem eu quero seguir a vertente de "counselling", espero bem ter melhores conselhos a dar aos outros do que aqueles que me dou a mim mesma :p... hehe, agora fui má para mim mesma, porque na verdade até sou bastante auto-crítica, sou a primeira a apontar-me o dedo, sei perfeitamente quando estou a fazer algo de errado, ás vezes tenho ataques daquilo que mais detesto no Homem... fraqueza, mas estou a ver se melhoro isso :p ...  
 De qualquer modo estou convicta de que estou no caminho certo, só que ás vezes preciso de um empurrão, porque detesto o stress destes meses, fico maluca, apetece-me gritar e largar tudo, e se alguém não me chamar á realidade, largo mesmo...  Mas só de pensar que já falta tão pouco para que isto acabe, dá-me um alívio, saber que vou poder fazer, em vez de simplesmente ouvir e escrever e bla bla bla... haaa vou apanhar uma piela quando finalmente defender a minha tese, uma piela não, eu vou pagar copos a todos os meus amigos, vou dar saltos acrobáticos, há de ser o dia mais feliz da minha vida, já que pelo andar da carruagem não vou ter outros do tipo, casamento, filhos e tal...
 Quero tanto poder começar a ajudar os outros, chegar a casa com o sentimento de estar a fazer o bem a alguém, é muito bom, tenho a certeza que serei muito feliz com a escolha que fiz...
 Começar a trabalhar, ter a minha própria casinha, ter o meu espaço ao meu jeito, com todos aqueles pormenores escolhidos a dedo... Isto é muito importante para mim, dou muito valor a um lar, logo acho que ele tem que ser acolhedor e ter a nossa cara. Ás vezes quando passo por essas lojas de decoração e móveis ponho-me a pensar quando será que poderei montar o meu próprio lar, fico um pouco angustiada de vez em quando, porque muitos amigos meus já o fizeram ou estão a fazer, e eu sinto que estou a ficar para trás. Não é inveja, porque não cobiço nada do que é deles, quero apenas ter as minhas próprias coisas. Bem, acho que apenas tenho um ritmo mais lento que eles, o meu dia há de chegar... não há pressa. 
 Agora já nem me preocupo em procurar alguém para partilhar esse mesmo lar comigo, haaa só aparecem galinhas na minha vida, cansei... se o homem ideal resolver aparecer que apareça, se não olha, fico sozinha que também não estou mal, pelo menos espero ser uma solitária bem sucedida na vida. É que não conseguir nem uma coisa nem outra, serei um falhanço enquanto ser humano, algum erro de cálculo, mas no fundo no fundo sei que algo de bom está reservado para mim, poxa, nao fiz mal a ninguém e se algum dia isso aconteceu de certeza que a unica prejudicada fui eu, será que a "auto-flagelação" também conta como pecado os olhos de Deus?! Espero bem que não, senão começo a ver a coisa um bocado negra para o meu lado... já tive actos deploráveis de masoquismo ...
 Hoje é uma daquelas noites em que me apetece escrever, escrever...estou com muitas coisas para dizer, assuntos variados, não é todos os dias que estou assim "faladora", acontece para aí uma vez por mês. Mas vou ver se anoto as ideias e depois desenvolvo o texto, porque senão daqui a pouco esgoto os caracteres do blog :P ... 
 Mas não me apetece parar hehehe, os meus dedos estão possuídos, estão com vida própria.. na verdade, eles só querem aliviar o que está na minha mente, se há muita coisa para pôr no "papel" é porque a cabecinha também está muito muito cheia. Sinceramente, nem sei porquê, ultimamente só me tenho ocupado com a faculdade, pus de lado todos os homens que me poderiam envenenar o juízo, em casa tudo calminho... não há um motivo concreto para ter tanta coisa para expressar, se calhar é por estar a ler um livro de Paulo Coelho, o sexto :P... ok ok , eu gosto do que ele escreve, ensina-nos coisas importantes, acho que toda gente deveria, pelo menos uma vez na vida, ler um livro dele, eu sugeria O Alquimista, o melhor livro que eu li até hoje, e já li muitos e muitos, mas nunca nenhum como aquele, todos os livros dele são bons, mas aquele superou-se, de vez em quando ainda pego nele para ler algumas passagens, não sei porquê, mas faz-me bem. Estou a ler "Brida", estou a adorar, até o leio mais devagar para não ter que acaba-lo, já tenho a " Bruxa de Portobello" na cabeceira á espera da vez dela...
 Se há algo que eu tento, mas não consigo entender, é quando certas pessoas dizem  não gostar de ler, é estranho, será que não encontram concentração para estar ali em frente a um monte de folhas juntas, ou simplesmente nunca pegaram num bom livro??!! Se algum dia tiver um filho hei-de o introduzir ao mundo dos livros desde o útero :P assim quando nascer não terá desculpas para me dizer : " Não gosto de ler"... levava uma palmada naquele rabo que iria acabar por ler todos os livros que lhe aparecessem á frente... hehehe, brincadeira, não posso obrigar a criança a nada ( poder até posso), mas dar uma ajuda será a minha função. 
 É por estas e por outras que se calhar não encontro um HOMEM em condições, são todos muito futeis, muito preocupados se o amigo tem o "coiso" maior do que o deles, ou se conseguiram "apanhar mais gajas" do que o fulano X... pff... que seres são estes?! 
 Hiii, bateram as 4h00 AM e o meu relógio biológico descontrolado começa a dar horas, como menina obdiente que sou vou-lhe dar ouvidos e fazer ó ó ...

publicado por the biggest dreamer às 02:33

mais sobre mim
Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
24
25
26

28
30


pesquisar
 
blogs SAPO