Sonhar não faz mal ...my open diary!!

Maio 16 2007

Hoje a minha progenitora fez anos, não digo quantos porque é de mau tom... 
 A minha mamita do coração, a pessoa que não me falha nunca, ali sei que é o meu porto seguro, nos braços dela sei que estou protegida e sei que a qualquer hora ela me defenderá como uma leoa ( que é) e não deixará que nada de mal me aconteça.
 Amo esta mulher, tenho orgulho nela, porque ainda que tenha os seus momentos de fraqueza como qualquer ser humano, nunca desiste de lutar, nunca baixa a cabeça, ainda que cansada segue em frente, por isso admiro-a, e apercebo-me de onde fui buscar este meu misto de sensibilidade-força...
 Adoro quando estamos só nós as duas deitadas no sofá abraçadinhas e a dar muitos mimos uma à outra, e a rir-mos desvairadamente das coisas mais estupidas, damos valentes gargalhadas juntas. Adoro o seu sentido de humor, adoro o sorriso dela, adoro o cheiro a pantene do cabelo dela, adoro os seus cozinhados...hmmm aqueles rissóis de camarão- não é por serem da minha mãe, mas nunca comi melhores em toda a minha vida.
 A minha mãe que quase chorou quando me veio a primeira mestruação e me disse: "já és uma mulherzinha", eu tinha 13 anos, e achei a frase um bocado exagerada, só quando me explicou o porquê daquilo a entendi. A minha mãe que muitas lagrimas minhas limpou, apenas dizendo " a mamã está aqui, está tudo bem".
 Ela é teimosa, por isso de vez em quando temos um choques bruscos, mas basta eu amuar  para ela baixar as armas, ok, leva mais tempo a baixa-las do que o meu pai, mas acaba sempre por baixa-las... por isso sou assim uma menina mimada :)
 Se tiver a oportunidade de ser mãe quero ser como ela, ensinou-me tudo,ou pelo menos tentou, porque havia coisas para as quais eu não estava minimamente virada, como por exemplo cozinhar...acabei por aprende-lo por necessidade, e modéstia à parte saí-me mto bem. Lembro-me de uma vez me querer ensinar a acender um fogão, custou, eu estava convencidissima que aqueles fosforos perto do bico do gás me acabariam por incendiar por inteira, mas lá fui tentando até conseguir, mas na altura até chorei o que a deixou um tanto ou quanto irritada :P. Ela de vez em quando enfiava-me na cozinha e deixava-me la a "fazer" as coisas, não aprendi muito com isso, porque sempre que o meu pai estava em casa dava a desculpa de me ir fazer companhia e fazia as coisas todas por mim-lavava a loiça, cozinhava, arrumava- enquanto euzinha via televisão...

 Fui bem educada, e não trocaria os meus pais por nenhuns outros, deram-me tudo o que uma pessoa precisa, amor, carinho, atenção, compreensão, sentido de responsabilidade ( se bem que este ainda n está la mto bem assimilado por mim), raspanetes, nunca em 25 anos me bateram - as palavras por vezes doeram mais, deram-me tudo de material que se possa imaginar, sou daquelas que apontava à montra e tinha...não me posso queixar de nada.
 Mamita só te tenho a dizer Parabéns e Obrigada... AMO-TE !!

publicado por the biggest dreamer às 02:45

mais sobre mim
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
17
18
19

20
21
23
24
26

27
28
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO