Sonhar não faz mal ...my open diary!!

Fevereiro 20 2007

Hoje apetece-me escrever não sei muito bem sobre o quê, apetece-me apenas escrever~... 
 Um dos meus melhores amigos escreveu-me hoje uma carta de saudades "
Quando eu procurava razões para me corresponder contigo, lembrei-me que não precisamos de motivos especiais para o convívio e a amizade que nos une. A saudade aperta e a gente sempre procura uma maneira de se comunicar.
A tua amizade é sincera e desinteressada, pois além da semelhança de gostos, temos muitas outras coisas em comum.
Gostaria de poder estar mais contigo, para compartilhar de sua constante alegria. A felicidade que está sempre na tua face é contagiante, consegue transmitir optimismo para todos que têm o privilégio de compartilhar consigo sua alegria de viver. Mas hoje, quis escrever esta carta para  dizer o quantoteadoro e quero. Somos amigos, mais que parentes, fomos escolhidos um pelo outro, para fazer a história de uma grande amizade. Tu minha querida amiga de todas as horas, embora nos vemos nas ferias, esses momentos são muito curtos infelizmente.
"  Tanto me falou de saudades que me vi com saudades daqueles amigos que já o foram, e daqueles que não sei bem porquê resolveram deixar de o ser, na verdade isso aconteceu apenas com uma pessoa, e é dela que tive saudades... sim hoje senti saudades tuas Filipa. Hoje senti tantas saudades tuas que me vieram as lágrimas aos olhos...
Lembrei-me de quando nos conhecemos na faculdade, vinhas toda de cor de rosa, linda e sorridente, não te dei muita importância, como nunca dou a ninguém logo de ínicio, mas colaste-te a mim de tal maneira que não tive outra saída se não abrir-me contigo. Tornamo-nos rapidamente inseparaveis, uns meses depois de nos conhecermos era como se já nos conhecessemos a uma eternidade. Contei-te a minha vida do incio ao fim, contei-te segredos,angústias, ilusões, sonhos e desilusões, já fazias parte do meu apertado circulo de amigos. Juntas vivemos momentos unicos e inesqueciveis (pelo menos para mim). Na nossa relação eu era a sonhadora e tu a que tinhas os pés na terra, davamo-nos bem assim. De repente, vá-se lá saber porquê resolveste que nos tinhamos que separar porque andavamos muito coladas,sempre levei isso na brincadeira, mas tu ao que parece estavas mesmo a falar a sério. Tão a sério que investaste a desculpa mais esfarrapada que alguém já me deu, e olha que já ouvi muitas... deixaste de me falar porque achaste que eu não te iria dizer ( bem nem sei articular esta frase, mas vou dar o meu melhor) deixas-te de me falar porque eu não te disse se o meu irmão te ia convidar ou não ao casamento dele, e sempre te disse COMO É QUE ERA SUPOSTO EU SABER DISSO??? não fui eu que lhe fiz a lista de casamento, não era eu que me ia casar... e o mais estupido disso tudo, é que ele te convidou, claro que na tua cabecinha deves ter achado que fui eu quem lhe disse para o fazer...logo eu que gosto tanto dessas cenas. Mas pronto a verdade é que querias arranjar um motivo para "fugir" de mim e conseguiste, e como te disse se quisesses um motivo pelo menos que arranjasses um mais plausível, porque o que me deste foi completamente estupido para não dizer infantil... mas tu lá sabes. No fundo, sabes que te quero bem, mas conhecendo-me bem, como sei que conheces, sabes que depois das palavrinhas que troquei contigo nunca mais te vou dirigir a palavra de livre e espontanea vontade, por isso escolhi este meio "indirecto" de me comunicar contigo, porque também te conheço e sei que mais cedo ou mais tarde hás de passar por aqui. Quando o fizeres irás saber como tenho saudades tuas, como tenho saudades das nossas idas ás compras , ou simplesmente quando estavamos aborrecidas e iamos a todas as lojas experimentar roupas, vais ficar a saber que tenho saudades da nossa vida de turistas na baixa de lisboa, dos nossos banhos de sol em pleno Rossio, dos nossos sonhos, dos nossos segredos, das nossas maluquices, dos nossos risos disparatados, das conversas sérias e com certo nexo que de vez em quando também tinhamos... E se calhar também te apercebas que uma amizade, quando realmente tem este nome, nunca acaba. Amigos de verdade podem discutir, podem até ficar magoados um com o outro por certo tempo, mas nunca deixam de se gostar, nunca deixam de se preocupar, e mais cedo ou mais tarde acabam por fazer as pazes... se calhar ainda não entendeste a dimensão desta palavra... és miuda, mas hás de lá chegar. Eu disse-te que os amigos que tinha a dez anos atrás são aqueles que tenho até hoje, os outros são meros conhecidos, se calhar tu eras apenas mais uma dessas conhecidas que entrou na minha vida e eu não me apercebi e logo te apelidei de amiga, erro meu ... 
 Só espero que estejas bem e feliz com a escolha que fizeste, porque eu lamento todos os dias ter-te perdido... mas a vida é mesmo assim, e como diz o G life goes on... Take care girl .

 

Miss u Pipa !!
 

publicado por the biggest dreamer às 02:20

mais sobre mim
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
21
22
24

27
28


pesquisar
 
blogs SAPO